Se torne assinante premium e tenha acesso a conteúdo exclusivo.
 
Sem classificação

David Cabral sofre mais uma derrota na CADEVRE

Micael Batista | Publicado em: 02/03/16 às 3:27 Atualizado em 29/08/2017 23:41
David Cabral sofre mais uma derrota na CADEVRE

David-Cabral-pastor-cadevre

Mais uma noite histórica na Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Volta Redonda Ministério de Madureira. Na noite de 23 de Fevereiro aconteceu, na CADEVRE, a AGA (Assembleia Geral Administrativa) que trata dos assuntos de união, transferência, disciplinas eclesiásticas entre outros. Desde que o Conselho Fiscal da igreja apresentou um relatório contendo as irregularidades cometidas por David Cabral na administração da CADEVRE, o pastor não tem tido mais sossego, pois o que então era obscuro aos membros, tornou-se conhecido por toda a membresia. Este relatório, já divulgado aqui no Fuxico, tem informações que mostram quantos desvios de finalidades do dinheiro da igreja estão acontecendo, bem como a incompetência na administração de David Cabral e sua diretoria.

Nessa reunião administrativa o pastor David Cabral propôs, à igreja, a suspensão de direitos e, conseqüente destituição dos cargos, dos irmãos membros do Conselho Fiscal da igreja, por entender que eles emitiram um relatório mentiroso e espúrio, além de chamá-los de avarentos. Acontece que tais membros do Conselho Fiscal forem eleitos em Assembleia no dia 27 de Outubro de 2015, por maioria absoluta dos presentes membros da igreja, também já noticiado aqui no Fuxico, portanto, David Cabral e o ministério não teriam autonomia nem competência de propor tal disciplina e muito menos a destituição dos cargos dos membros do Conselho Fiscal. Além disso, Cabral não apresentou nenhum documento ou prova sequer daquilo que disse a igreja sobre os conselheiros. Mas mesmo assim, diante de sua explanação, o ministério, do qual a igreja entendeu que não se pode esperar mais nada, pois se tem mostrado estático diante de tantas irregularidades (adultério, divórcio, desvios…), aprovou a idéia do pastor. Acontece que a decisão do ministério precisa ser homologada pela igreja em assembléia AGA, conforme previsto no estatuto da CADEVRE.

Sabendo de tal decisão absurda, os membros da igreja, inconformados com essa atitude do pastor David Cabral, se mobilizaram e compareceram em massa a Assembleia realizada dia 23 de Fevereiro e, após uma acalorada e exaltada reunião de assembléia, a igreja decidiu, por maioria absoluta, REJEITAR a proposta de David Cabral, ou seja, os Conselheiros Fiscais continuarão exercendo suas funções normalmente.

                             

Essa atitude de Cabral foi uma tentativa de manobra para evitar que os conselheiros participem da Assembleia Geral Ordinária AGO no próximo mês de Março e apresentem o parecer final das contas da igreja a toda a congregação, conforme norma estatutária.

 

“Vai Passar” na voz de Eliane Fernandes ultrapassa 200 milhões de views no YouTube

Sucesso gravado anteriormente na voz de Gerson Rufino, a canção segue atemporal e sendo um hit.


Ex-cantora gospel Priscilla Alcantara desabafa: “Odeio esse governo”

A cantora é mais uma celebridade da Rede Globo que faz questão de dizer que não apoia o presidente Jair Bolsonaro.


Damares Alves detona culto da Igreja Casa: “Apologia à pedofilia”

O culto vai acontecer neste sábado (13), e recebeu o nome de "Vem Novinha", o que gerou a revolta dos evangélicos.


Fim do período sabático? Volta do Oficina G3 agita a web

Às 15 horas desta sexta-feira (12), a banda irá se pronunciar em suas redes sociais, para acabar com todo o suspense.


Igreja Casa anuncia culto “Vem Novinha” e causa polêmica

O nome do culto está dando o que falar nas redes sociais e causando indignação por parte da comunidade evangélica.