Política

Pastor Marco Feliciano é expulso do partido acusado de corrupção e assédio

Feliciano também é acusado de ter gasto R$ 157 mil do dinheiro público para fazer um tratamento odontológico

Caio Rangel | Publicado em: 10/12/19 às 7:28
Pastor Marco Feliciano é expulso do partido acusado de corrupção e assédio
Marco Feliciano (Reprodução)

Nessa segunda-feira (9), o pastor e deputado federal Marco Feliciano foi expulso do seu partido, o Podemos. Uma série de denuncias de corrupção contra ele fez com que a cúpula do partido chegasse a essa medida extrema.

O pastor é vice-líder do governo no Congresso e pré-candidato a vice de Bolsonaro em 2022. Feliciano é acusado de ter gasto R$ 157 mil para fazer um tratamento odontológico. A questão é que foi com dinheiro público.

+ Saiba quais foram os cantores gospel mais ouvidos no Spotify em 2019

As denuncias aceitas pelo presidente do Podemos no estado de São Paulo, Mário Covas Neto, foram apresentadas por filiados.

Feliciano é acusado de corrupção, assédio sexual, recebimento de propina, pagamento a funcionários fantasmas, até comentários incompatíveis sobre o cantor Caetano Veloso. Um dos casos destacados é o do tratamento dentário.

A ativista Patrícia Lélis, responsável por uma das denúncias de assédio sexual contra Feliciano, comentou a decisão. “Marco Feliciano foi expulso do partido Podemos, após uma série de acusações envolvendo inclusive assédio sexual no gabinete. Volto a dizer: Não fui a primeira vítima do Feliciano e muito menos a única, apenas a primeira a denunciá-lo”, publicou.

+ Samuel Mariano afirma que não irá parar de fazer shows para pastorear ADBrás JP

O deputado Marco Feliciano ainda não se manifestou sobre a decisão. O parlamentar está em viagem com o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo.

 

“Representa uma geração de homens fúteis”, diz Anderson Silva sobre Nego do Borel

O pastor também aconselhou o cantor, pedindo para que ele se arrependesse e buscasse a Deus.


Pastor suspeito de estuprar fiel no Maranhão é preso no Pará

A vítima é uma jovem de 21 anos que foi ameaçada de morte pelo religioso antes de ele cometer o abuso sexual.


Igrejas terão que exigir passaporte da vacina ou teste negativo para Covid-19

A nova regra consta no decreto do governador Paulo Câmara (PSB), do estado de Pernambuco, e começou a valer a partir desta segunda (27).


Samuel Mariano é acusado de perseguir e tomar igreja de pastor

As informações são do jornalista da Paraíba, Emerson Machado, que noticiou o fato em seu portal de notícias.


Thiago Maia processa Isadora Pompeo por danos morais

O atleta também solicita a retirada do vídeo "Nota de esclarecimento" feito pela cantora no início de junho.