Crime

Caso Flordelis: Yvelise de Oliveira contesta conclusão da investigação

Yvelise e o seu esposo Arolde de Oliveira,  irão entregar um laudo de perícia para colaborar com as investigações sobre o caso

Caio Rangel | Publicado em: 14/04/20 às 16:31
Caso Flordelis: Yvelise de Oliveira contesta conclusão da investigação
Yvelise de Oliveira e Flordelis (Reprodução)

A empresária Yvelise de Oliveira, proprietária da MK Music, prestou depoimento no dia 11 de fevereiro na Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG), após os investigadores  receberem dados das empresas de telefonia sobre o uso do celular de Anderson do Carmo, que nunca foi encontrado pela polícia.

De acordo com as investigações, uma linha telefônica no nome de Yvelise foi habilitada no celular do pastor às 10h56 do dia 16 de junho, pouco mais de sete horas após o crime.

+ Cantor Eduado Costa critica evangélicos e detona pastores: “Cambada de mentirosos”

Yvelise e o seu esposo senador Arolde de Oliveira,  irão entregar um laudo de perícia para colaborar com as investigações sobre o caso.

De acordo com o doutor Rafael Borges, advogado do casal, o laudo pericial  contesta a conclusão da investigação, que diz que o celular de Anderson esteve  residência da família.

+ Pastor que desafiou medidas de isolamento morre de coronavírus nos EUA

“Ainda nesta semana vamos entregar o laudo. Estamos com dificuldades logísticas por causa da quarentena, já que as delegacias do Rio de Janeiro estão operando apenas para situações de emergência, mas vencendo esta etapa já vamos entregar o documento” explicou o advogado do casal.

 

 

Priscilla Alcantara muda do gospel para o pop: “É aqui onde me sinto livre”

A artista sempre fez questão de enfatizar que não se considera uma cantora gospel.


Pastor Jorge Linhares é intimado por se opor à ideologia de gênero

O Ministério Público de Minas Gerais afirma que o líder religioso pode ser investigado por discriminação de identidade de gênero.


A decadência de Samuel Mariano: Filho fora do casamento, e até envolvimento com homens

Nesta sexta-feira (30), foi divulgado o depoimento de Monalisa Feitosa, ex-diaconisa da AD Brás Paraíba, que teve um caso com Mariano.


Monalisa disse à polícia que Samuel Mariano fez 5 chamadas de vídeo se masturbando

No depoimento, Monalisa diz ter provas de que, possivelmente, o cantor tem "envolvimentos com homens".


Pastora e a suposta revelação sobre Renálida Carvalho: “Não passa de uma prostituta”

A cada dia o vídeo da pastora Roberta Borges tem ganhado repercussão e dividido a opinião dos internautas.