Política

“É inaceitável uma autoridade presidencial ser confrontada por qualquer ministro”, diz Abílio ao defender Bolsonaro

O parlamentar baiano reforçou o apoio a Bolsonaro e disse que o ego de Moro se sobrepôs aos interesses da nação

Caio Rangel | Publicado em: 25/04/20 às 10:06
“É inaceitável uma autoridade presidencial ser confrontada por qualquer ministro”, diz Abílio ao defender Bolsonaro
Abílio Santana (Reprodução)

O deputado federal Abílio Santana (PL-BA) se pronunciou sobre o discurso do presidente Jair Bolsonaro na tarde desta sexta e a saída do ex-ministro Sérgio Moro do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

“Os ministros possuem autonomia, o presidente tem a soberania e poder de veto. É diferente. É inaceitável que a autoridade presidencial seja confrontada por qualquer ministro”, ressaltou.

O parlamentar baiano reforçou o apoio a Bolsonaro e disse que o ego de Moro se sobrepôs aos interesses da nação, ao comentar a exoneração de Maurício Valeixo, da PF.

+ Em meio a pandemia, STF julga hoje liberar aborto em casos de microcefalia

“Bolsonaro utilizou a atribuição que lhe confere. De acordo com a Lei, o cargo de Diretor Geral da Polícia Federal, assim como outros cargos de diretoria, é de nomeação e exoneração do presidente da República, portanto não há problema. Não podemos deixar que o ego de Moro e o compromisso consigo mesmo se sobreponha aos interesses da nação” , continua.

Sobre a troca nos ministérios, Abílio pontuou que “ninguém é insubstituível. O Brasil é maior do que qualquer um de nós. Discordâncias e convergências entre seres humanos são normais, mas o governo precisa estar coeso e unificado, sobretudo nesse momento de crise”.

 

 

Ex-pastora faz sucesso com venda de nudes na web

Ela garante que isso a transformou em uma mãe melhor, pois agora consegue conversar abertamente com os filhos sobre sexo.


Morre pastor Henrique, pai da ministra Damares Alves, aos 92 anos

O reverendo atuava como pastor na Igreja do Evangelho Quadrangular.


Pastor é suspeito de matar adolescente de 14 anos

Ela foi encontrada em uma propriedade ao lado da casa do pastor. O corpo estava com um hematoma no pescoço e uma lesão na boca.


Mesmo “imunizado”, pastor José Wellington está na UTI com Covid-19

A família divulgou um novo boletim médico com informações atualizadas sobre o estado de saúde do religioso.


Inocência provada: Marcos Pereira é absolvido pela Justiça

Durante o tempo em que passou na prisão, o pastor aproveitou para evangelizar os presos e pregar o evangelho.