X
Polêmicas

O novo crime de Flordelis

Segundo foi amplamente divulgado esse fim de semana pela midia, Flordelis usou mais de R$93 mil do CEAP (Conta para Exercício da Atividade Parlamentar), para pagar a uma empresa que gerencia suas redes sociais.

Redacao | Publicado em: 23/11/20 às 9:40 Atualizado em 26/11/2020 08:11
O novo crime de Flordelis
Flordelis (Reprodução)

Depois de ser acusada de mandar matar o marido, o pastor Anderson do Carmo, a deputada federal, cantora gospel, pastora, atriz e mãe de 55, Flordelis, agora também é acusada de usar dinheiro público para pagar a uma empresa que aparentemente não presta o serviço.

Segundo foi amplamente divulgado esse fim de semana pela midia, Flordelis usou mais de R$93 mil do CEAP (Conta para Exercício da Atividade Parlamentar), para pagar a uma empresa que gerencia suas redes sociais.

Segundo levantamento, as redes sociais cujo a empresa gerencia, além de não ter seguidores ou ter muito pouco, não possui qualquer publicação.

A empresa em questão é a G3 Propaganda, cujo sócio administrador é Pedro Gerolimich, que até o mês de agosto era superintendente de Leitura e Conhecimento da Secretaria de Cultura do Rio de Janeiro. O contrato foi feito com a cota parlamentar de Flordelis de março a outubro desse ano.


Samuel Mariano sobre Manaus; “Eu não tenho cilindro pra dar a ninguém não!

No vídeo que rapidamente circulou nas redes sociais, Mariano parece irritado, e pede que seus seguidores parem de pedir cilindro.


Livro ensina como ser um bom líder de jovens

O livro, "Como ser um bom líder de jovens", já ajudou milhares de lideres em todo o país a ganhar o coração dos jovens e a fazer deles verdadeiros discípulos.


Renalida Carvalho não é mais missionária

Renalida decidiu mudar o título eclesiástico, devido a quantidade de críticas que vinha recebendo nas redes sociais.


Renê Terra Nova “grita” por Manaus

O apóstolo publicou um vídeo pedindo a ajuda dos amigos pastores e famosos do meio gospel


Pastor da Assembleia de Deus em Camboriú é acusado de dilacerar genitália de adolescente

Outras cinco adolescentes haviam sido estupradas pelo pastor, segundo denúncia