Igreja

Pastor Jacques Balbino esclarece polêmica envolvendo AD Brás Alagoas

Balbino fez questão de deixar claro que a denominação não apoia e tampouco realiza casamento de pessoas do mesmo sexo.

Caio Rangel | Publicado em: 23/02/21 às 8:34 Atualizado em 23/02/2021 08:39
Pastor Jacques Balbino esclarece polêmica envolvendo AD Brás Alagoas
Pastor Jacques Balbino presidente da AD Brás Alagoas (Reprodução)

O presidente da AD Brás Alagoas, pastor Jacques Balbino, esclareceu sobre um suposto casamento homoafetivo, ocorrido na última sexta-feira (19), no antigo templo sede da denominação.

De acordo com um áudio que circula em um grupo de WhatsApp de pastores de Alagoas, o religioso explica que a igreja cedeu o prédio para que acontecesse um casamento coletivo, pois o cartório da cidade perdeu o espaço para atender essa demanda.

Além disso, Balbino também explicou que um pastor, por nome de Miguel, é o responsável pelos casamentos coletivos “dos membros”, mas como o responsável pelo cartório é um irmão da igreja, foi aberta essa exceção. Porém, ele também não sabia que entre os casais haveria um casal homoafetivo.

O presidente da AD Brás Alagoas também fez questão de deixar claro que a denominação não apoia e tampouco realiza casamento de pessoas do mesmo sexo.

 

Fim dos tempos? Estátua em praça da ONU tem semelhança com a ‘besta’

A estátua de madeira foi instalada na praça das Nações Unidas, em Nova York, e tem deixado os evangélicos inquietos.


Cantora gospel Isadora Pompeo se despede das redes sociais

A cantora afirmou que as redes sociais lhe desestabilizaram, pois o seu nome estava chegando primeiro que a sua mensagem.


Bolsonaro convida Wesley Ros para concorrer a deputado federal em 2022

O encontro do pastor Wesley Ros com o presidente Jair Bolsonaro aconteceu no Palácio da Alvorada nesta sexta-feira (03).


Pastor Anderson Silva detona grupo Kemuel após escândalo

"Vive um padrão de pecado, mas faz parte do sistema que produz dinheiro", disse o pastor líder da Igreja Vivo Por Ti.


Posse de André Mendonça no STF é marcada para o dia 16 de dezembro

O recesso do judiciário inicia no dia 20 de dezembro, e André Mendonça só começará seus trabalhos no ano que vem.