Polêmicas

Kajuru detona Malafaia após reportagem do UOL: “Pilantra”

Malafaia usou as redes sociais para se defender e chamar o senador de "canalha".

Caio Rangel | Publicado em: 18/05/21 às 16:18 Atualizado em 18/05/2021 16:20
Kajuru detona Malafaia após reportagem do UOL: “Pilantra”
Jorge Kajuru e Silas Malafaia (Reprodução)

O senador Jorge Kajuru (Podemos-GO) criticou duramente o pastor Silas Malafaia após o UOL revelar que a igreja e a editora dirigidas pelo religioso devem milhões para a União.

O parlamentar xingou o pastor pelas redes sociais, chamando ele de “pilantra”. Malafaia, por sua vez, rebateu, chamando o senador de “canalha”.

Uma reportagem do site mostrou que a Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo e a editora Central Gospel têm R$ 4,6 milhões em impostos, inscritos como dívida ativa da União. Desse valor, R$ 1,3 milhão está sendo parcelado.

O senador compartilhou a matéria no perfil de suas redes sociais, e escreveu: “A porta desse pilantra certamente não será a do céu”.

O líder religioso se defendeu e chamou o parlamentar de “canalha”.

“Respondendo ao senador ‘canalha’ Kajuru: não estou sendo processado em instância nenhuma por sonegação fiscal. Qualquer um, seja pessoa física ou jurídica, pode parcelar suas dívidas com a Receita [Federal]. Não há nenhuma ilegalidade nisso. Nos últimos anos a igreja pagou milhões à Receita”, ressaltou.

Entenda o caso

Nesta segunda-feira (17), o site UOL revelou que a editora Central Gospel e a Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, ambas do pastor Silas Malafaia, estão devendo R$ 4,6 milhões em impostos.

De acordo com o UOL, os dados Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) se referem a fevereiro de 2021, e foram obtidos através da Lei de Acesso à Informação (LAI). O site ainda afirma que, esse valor é quase o triplo do registrado em dezembro de 2018, quando a dívida somava R$ 1,59 milhão.

A Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC), presidida por Malafaia, tem R$ 2,89 milhões em dívidas totais, no que se refere a contribuições previdenciárias e impostos de renda.

Já a editora Central Gospel, na qual o pastor é sócio-administrador, e a sua esposa Elizete também é sócia, possui R$ 26.000 em débitos da Contribuição Social do Lucro Líquido (CSLL). De acordo com o UOL, a editora possui R$ 1,76 milhão em dívida ativa no total. Ela também está em recuperação judicial – meio utilizado por empresas para evitar que sejam levadas à falência – desde 2019.

A CSLL foi tema de uma mudança na lei que pode criar um perdão bilionário em impostos de dívidas de igrejas, segundo dados da Receita Federal. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e a bancada evangélica atuaram para modificar a legislação num movimento contrário às “absurdas multas” contra igrejas.

O pastor que em 2013 realizou o casamento religioso de Jair Bolsonaro e da primeira-dama Michelle, disse ao UOL que pagou R$ 7 milhões em impostos desde 2018.

Malafaia também disse ao site que, parte dos débitos que possui é questionada na Justiça e na Receita, com base na nova lei, que pode criar um perdão bilionário em impostos de dívidas de igrejas.

O pastor informou ainda que o crescimento dos valores está ligado ao refinanciamento de outra parte das dívidas e com o aumento de funcionários por causa da abertura de mais de 40 templos desde 2019.

“Para se ter ideia, agora, estamos inaugurando oito igrejas. Isso requer secretário, zelador, pastor e tudo isso”, afirmou o pastor.

 

 

CGADB lamenta morte do pastor Dário Gomes vítima da Covid-19

O líder religioso estava entubado há três semanas e não resistiu às complicações da doença.


“Causa indeterminada”, diz polícia sobre ladrão que morreu após oração de pastor

O caso aconteceu na madrugada do dia 5 de junho e o desenrolar dos acontecimentos tomou um desfecho surpreendente.


Morte do pastor Anderson do Carmo completa dois anos

O pastor foi brutalmente assassinado na madrugada de 16 de junho de 2019, na garagem de sua casa, no Rio de Janeiro.


Polícia diz que “serial killer” de Brasília tem PACTO COM O DIABO

O psicopata invadiu uma chácara no dia 9 de junho e matou a tiros e facadas um casal e dois filhos.


Cantor de dupla gospel famosa é acusado de abusar sexualmente de duas sobrinhas

O denunciado abusou por diversas vezes das menores enquanto elas ficavam em sua residência.