Polêmicas

Pastora diz que se a igreja evangélica não aceitar gays perderá fiéis

A pastora disse que "se a igreja evangélica não mudar e aceitar os gays, sofrerá um êxodo de fiéis".

Caio Rangel | Publicado em: 04/06/21 às 14:58
Pastora diz que se a igreja evangélica não aceitar gays perderá fiéis
Pastora Lanna Holde (Reprodução)

Os últimos acontecimentos envolvendo um vídeo do pastor Claudio Duarte sobre a homossexualidade vem aquecendo as redes sociais durante esta semana.

Tudo teve início no último domingo (30), quando a apresentadora Rafa Kalimann, segunda colocada no BBB 20, e o ator Caio Castro compartilharam um vídeo do pastor, em que ele afirma ser contra o casamento gay e qualquer tipo de relacionamento homoafetivo.

O pastor foi rotulado de homofóbico, assim como os artistas que compartilharam o vídeo. A apresentadora Patricia Abravanel também foi alvo de duras críticas quando se posicionou em defesa de Caio Castro e Rafa Kalimann.

Com todos esses acontecimentos que iniciaram nas vésperas do Mês do Orgulho LGBTQIA+, a discussão sobre a igreja e sua postura contra a homossexualidade voltaram à tona.

A pastora Lanna Holder, que é lésbica e casada com Rosania – ex-cantora gospel -, deu uma entrevista na qual citou o crescimento de sua igreja chamada “Cidade de Refúgio” e a perda de fiéis da igreja evangélica.

Lanna disse que a igreja evangélica precisa fazer uma reforma para a leitura da Bíblia sobre os gays e o papel das mulheres ou irá sofrer um “êxodo de fiéis”.

Durante a pandemia, a igreja da pastora teve um crescimento de 150 %, passando de 2.000 membros para 5.000. De acordo com a religiosa, a maioria dos novos membros são homossexuais que eram crentes e tinham deixado suas igrejas por se sentirem rejeitados.

“Em 2011, abrimos uma igreja inclusiva no centro de São Paulo, chamada Cidade de Refúgio. Hoje, temos 2 000 membros em nossa sede, além de outras dezenove igrejas pelo Brasil e uma em Portugal. Na pandemia, criamos uma igreja virtual e crescemos muito. Agora temos 5 000 membros, mais que o triplo de um ano atrás. A imensa maioria é de homossexuais que eram crentes e tinham deixado suas igrejas por se sentirem rejeitados. Quase nenhuma igreja evangélica aceita a homossexualidade. Se os pastores não fizerem uma reforma para atualizar a leitura da Bíblia sobre os gays e o papel das mulheres, vão sofrer um êxodo de fiéis”, disse.

Pastora Lanna Holde e sua esposa Rosania (Reprodução)

 

Pastor Alexandre Silva prepara caravana para viagem à Israel

O líder da TDM Church, em Massachusetts, se referiu à cidade de Jerusalém como a capital espiritual do planeta terra.


Segundo juiz, Valdemiro Santiago recebeu quantia milionária da Igreja Mundial

Só no ano de 2020, a igreja repassou mais de R$ 1,2 milhão para o religioso.


Com câncer, Pr. Cláudio Claro está internado em estado grave

O religioso que é líder do Ministério Tabernáculo de Davi precisa urgente de transfusões de sangue de qualquer tipo.


Pastor da Igreja Atitude, esposa e filha morrem em grave acidente

A única sobrevivente foi a filha mais velha do casal, de 10 anos.


Revelação tenebrosa sobre Leonardo Sale e Paulo Neto circula na web

O youtuber Feliciano Lima afirma que mais escândalos estão prestes a acontecer no meio do povo evangélico.