Polêmicas

Marco Feliciano explica por que se absteve no caso Flordelis

Para o parlamentar, o correto seria afastá-la do mandato e aguardar pelo julgamento.

Caio Rangel | Publicado em: 12/08/21 às 16:36
Marco Feliciano explica por que se absteve no caso Flordelis
(Crédito: Marco Feliciano/Reprodução)

Nesta quarta-feira (11), a Câmara dos Deputados aprovou a cassação do mandato da deputada federal Flordelis, por 437 votos a 7 (e 12 abstenções). Ela perdeu o mandato por por quebra de decoro.

O deputado Marco Feliciano foi um dos 12 parlamentares que se abstiveram da votação, o que culminou em uma série de críticas ao político.

Ao Fuxico Gospel, Feliciano justificou o porquê de sua decisão. O parlamentar explicou que apesar dos indícios serem fortes contra Flordelis, não poderia votar a favor do relatório, pois desse modo estaria antecipando o julgamento.

Para o deputado, o correto seria afastá-la do mandato e aguardar pelo julgamento. Feliciano disse que não queria cometer nenhuma injustiça, e por esta razão se absteve.

“Porque me abstive? Explico: Votar contra o relatório era negar a investigação. Os indícios são fortes e não ajudam ela. Votar a favor do relatório era antecipar o julgamento, e eu não sou juiz! O justo seria afastá-la do mandato e aguardar o julgamento. Como isso não aconteceu, pra não cometer uma injustiça, e ter a minha consciência tranquila, me abstive”, explicou o deputado.

Flordelis é acusada de ser a mentora da morte do marido, pastor Anderson do Carmo, executado a tiros em junho de 2019. Outras dez pessoas também respondem por envolvimento no crime.

A cassação já havia sido aprovada pelo Conselho de Ética da Câmara em junho, mas a decisão foi referendada pelo plenário ontem.

 

Cantor gospel e pastor Cláudio Claro morre vítima de câncer

Cláudio Claro deixa como legado canções queridas por igrejas de todo o Brasil, como Videira, Pão da Vida, Libertador e Profetiza


Cantora gospel Lydia Moisés revolta seguidores com posts sobre política

Alguns fãs questionaram a cantora e pediram para ela defender o evangelho do mesmo jeito que ela defende o presidente.


Igreja Evangélica elege primeiro bispo transgênero

Nos próximos seis anos, o reverendo de 41 anos, que se identifica como homem e mulher, irá chefiar o Sínodo da ELCA.


Andressa Urach é internada em hospital de Porto Alegre

A modelo foi diagnosticada com uma forte infecção urinária, que já está sendo tratada.


Pastor é morto e enterrado pelo próprio filho de 15 anos

O adolescente e mais dois amigos foram apreendidos pela polícia. O corpo de Jonas dos Santos foi enterrado nesta quinta-feira (16).