Polêmicas

Justiça absolve Marco Feliciano por chamar Caetano Veloso de pedófilo

O juiz considerou que o deputado “exerceu direito de crítica”. A defesa do cantor irá recorrer da decisão.

Caio Rangel | Publicado em: 14/09/21 às 14:56
Justiça absolve Marco Feliciano por chamar Caetano Veloso de pedófilo
Caetano Veloso e Marco Feliciano (Reprodução)

O cantor Caetano Veloso perdeu o processo que movia contra o pastor e deputado Marco Feliciano (Republicanos-SP).

O artista foi chamado de pedófilo pelo parlamentar em 2017. Feliciano disse que o músico estuprou Paula Lavigne, com quem ele depois se casaria. Quando Caetano e Paula ficaram juntos pela primeira vez, ela tinha 13 anos e ele 40. Ou seja, ela era adolescente, e ele um homem com 27 anos de diferença.

Na época, o deputado usou suas redes sociais para pedir que o Ministério Público recomendasse a prisão do cantor e compositor baiano. “Estupro é crime imprescritível”, disse na ocasião.

O juiz Nelson Ferreira Junior, da 6ª Vara Criminal de Brasília, absolveu o pastor Marco Feliciano das queixas-crimes apresentadas por Caetano Veloso por calúnia, difamação e injúria.

Na tarde desta segunda-feira (13), Feliciano publicou no Twitter uma mensagem comemorando a decisão da Justiça.

“Em tempos obscuros a esperança brilha forte! Nenhum brasileiro pode ser punido por sua opinião! Justiça foi feita! Obrigado a todos que se solidarizaram comigo!”, disse o pastor.

A defesa do cantor disse que irá recorrer da decisão. O advogado Ticiano Figueiredo, que representa Caetano, disse que Feliciano usou a figura do artista para buscar popularidade.

“Não se pode aceitar como livre exercício do direito de crítica a atitude de quem usa o outro para alavancar popularidade, imputando-lhe falsamente crime e atos infamantes, tornando a si e à sua família alvo de seus seguidores, algo que acontece nos últimos cinco anos”, diz o advogado. “A defesa tem convicção de que reverterá essa decisão absurda no âmbito do Tribunal de Justiça do Distrito Federal”, concluiu Figueiredo.

 

Canção de Fabiana Anastácio bate recorde de views após sua morte

A canção "Adorarei" alcançou o primeiro lugar em várias rádios e ainda hoje é cantada em igrejas por todo o país.


Pastor assembleiano proíbe membros de usarem brincos e correntes

O pastor disse ainda que não cabe argumentos para interpretações no que se refere à doutrina da denominação.


Filme cristão “Deus Não Está Morto 4” estreia 11 de novembro nos cinemas

O longa conta a luta de um grupo de famílias cristãs que optaram por educarem os filhos em casa.


Cantora gospel se prepara para o sétimo casamento

Se o novo relacionamento seguir adiante, a cantora Beatriz poderá subir no altar para se casar pela sétima vez.


Ator de Superman dos anos 90 reprova decisão de tornar o herói bissexual

Para o protagonista de Lois & Clark: As Novas Aventuras do Superman, a DC Comics deveria destacar temas mais relevantes.