Política

Justiça condena Otoni de Paula a indenizar Alexandre de Moraes

O pastor e deputado federal terá que pagar R$ 50 mil de indenização após inúmeras ofensas feitas ao ministro.

Caio Rangel | Publicado em: 15/09/21 às 10:10
Justiça condena Otoni de Paula a indenizar Alexandre de Moraes
Otoni de Paula e Alexandre de Moraes (Reprodução)

O pastor e deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ) terá que pagar R$ 50 mil de indenização para o ministro Alexandre de Moraes. O parlamentar foi condenado por diversas ofensas feitas, como “cabeça de ovo”, “cabeça de piroca”, “lixo” e “esgoto”.

A decisão foi da 5ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo. Na ação, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) alegou que o deputado propagou conteúdo ofensivo nas mídias sociais, que causou danos à sua honra e imagem.

Por conta do comportamento ofensivo de Otoni de Paula, o magistrado da 44ª Vara Cível de São Paulo fixou uma indenização de R$ 70 mil reais.

O desembargador e relator do caso Mônaco da Silva manteve a condenação anterior da 44ª Vara Cível de SP, mas reduziu o valor da reparação para R$ 50 mil. Ele ponderou sobre as expressões ofensivas do parlamentar e escreveu na análise do recurso:

“Não bastasse isso, não guardam pertinência e/ou nexo causal com o exercício do mandato, extrapolando a atividade parlamentar exercida”, afirmou.

“E mais, a liberdade de expressão deve ser exercida com consciência e responsabilidade, em respeito a outros valores igualmente importantes e protegidos pelo texto constitucional, quais sejam, a dignidade da pessoa humana, a intimidade, a vida privada e, sobretudo, a honra e a imagem, que, uma vez expostas de forma vexatória, reclamam a devida reparação”, disse o relator.

 

 

Cantor gospel e pastor Cláudio Claro morre vítima de câncer

Cláudio Claro deixa como legado canções queridas por igrejas de todo o Brasil, como Videira, Pão da Vida, Libertador e Profetiza


Cantora gospel Lydia Moisés revolta seguidores com posts sobre política

Alguns fãs questionaram a cantora e pediram para ela defender o evangelho do mesmo jeito que ela defende o presidente.


Igreja Evangélica elege primeiro bispo transgênero

Nos próximos seis anos, o reverendo de 41 anos, que se identifica como homem e mulher, irá chefiar o Sínodo da ELCA.


Andressa Urach é internada em hospital de Porto Alegre

A modelo foi diagnosticada com uma forte infecção urinária, que já está sendo tratada.


Pastor é morto e enterrado pelo próprio filho de 15 anos

O adolescente e mais dois amigos foram apreendidos pela polícia. O corpo de Jonas dos Santos foi enterrado nesta quinta-feira (16).