Pastor

Pastor que chamou Bolsonaro de “frouxo” grava vídeo pedindo perdão

Após criticar o presidente pela nota presidencial, o pastor chorou pedindo perdão e recebeu o apoio de Magno Malta.

Caio Rangel | Publicado em: 14/09/21 às 9:57 Atualizado em 14/09/2021 09:58
Pastor que chamou Bolsonaro de “frouxo” grava vídeo pedindo perdão
Pastor Jackson Vilar (Reprodução)

O pastor bolsonarista Jackson Vilar se arrependeu do seu desabafo contra o presidente da República Jair Bolsonaro.

O religioso, que foi um dos organizadores da motociata Acelera para Cristo em São Paulo, havia gravado um vídeo afirmando que o presidente tinha traído “os motociclistas e os caminheiros” e chamando o chefe do Executivo de “frouxo”, “covarde” e “louco”.

A revolta do pastor se deu após a publicação da nota presidencial na qual o chefe do Executivo sinaliza um recuo e levanta uma bandeira branca para o STF.

Após a repercussão negativa entre o núcleo evangélico bolsonarista, Jackson Vilar voltou atrás e gravou outro vídeo “chorando” e pedindo desculpas ao presidente.

Vilar disse que na hora não entendeu nada e acabou falando besteira. Ele havia criticado duramente Bolsonaro no dia 8 de setembro, um dia depois das manifestações.

O seu pedido de perdão foi compartilhado pelo ex-senador Magno Malta, fiel aliado de Bolsonaro, que marcou o presidente no post e parabenizou Jackson por se arrepender e pedir perdão.

Minha pergunta é , quem não viveu um luto no dia 8 antes de tomar conhecimento da atitude de grandeza do @jairmessiasbolsonaro em manter a paz e o equilíbrio dos poderes no país ?? Quem não teve seu momento de indignação que atire a primeira pedra ..! Parabéns pela grandeza patriota Jakson Villar !!”, escreveu Magno Malta.

Assista ao vídeo.

 

Cantor gospel e pastor Cláudio Claro morre vítima de câncer

Cláudio Claro deixa como legado canções queridas por igrejas de todo o Brasil, como Videira, Pão da Vida, Libertador e Profetiza


Cantora gospel Lydia Moisés revolta seguidores com posts sobre política

Alguns fãs questionaram a cantora e pediram para ela defender o evangelho do mesmo jeito que ela defende o presidente.


Igreja Evangélica elege primeiro bispo transgênero

Nos próximos seis anos, o reverendo de 41 anos, que se identifica como homem e mulher, irá chefiar o Sínodo da ELCA.


Andressa Urach é internada em hospital de Porto Alegre

A modelo foi diagnosticada com uma forte infecção urinária, que já está sendo tratada.


Pastor é morto e enterrado pelo próprio filho de 15 anos

O adolescente e mais dois amigos foram apreendidos pela polícia. O corpo de Jonas dos Santos foi enterrado nesta quinta-feira (16).