Se torne assinante premium e tenha acesso a conteúdo exclusivo.
 
Polêmicas

O que aconteceu com Bianca Toledo e Felipe Heiderich depois do escândalo?

Desde que toda a polêmica aconteceu, Bianca Toledo vendeu livros como nunca.

Micael Batista | Publicado em: 07/02/17 às 3:46 Atualizado em 27/04/2020 11:28
O que aconteceu com Bianca Toledo e Felipe Heiderich depois do escândalo?

Bianca Toledo e Felipe Heiderich, é o casal de pastores que protagonizou um dos maiores escândalos no meio gospel em 2016.
Casados desde 2014, Bianca e Felipe se tornaram pauta não apenas de diversos sites especializados em Noticias Gospel, como também, em programas policiais.
Isso porque, Bianca  Toledo acusou o marido de ter violentado sexualmente o seu filho, uma criança de apenas cinco anos de idade, fruto de seu primeiro casamento.

Relembre o caso

Bianca Toledo publicou um vídeo em Julho de 2016, denunciando que o marido havia confessado ser homossexual, uma acusação extremamente grave, já que ele era pastor e líder da igreja AME (Associação Mundial de Evangelização e Ensino).

Dai em diante, deu-se início a uma série de vídeos de desabafos, onde Bianca Toledo continuava a acusar o marido de ter cometido crime de abuso sexual contra o filho, e até de ser satanista.

Felipe Heiderich foi preso, porém, por não ter sido apresentado provas suficiente, o pastor foi liberado.

O que aconteceu com Bianca Toledo?

Desde que toda a polêmica aconteceu, Bianca Toledo vendeu livros como nunca.
Pessoas de todo lugar do país queriam saber quem é a pastora que escapou da morte, conviveu com um marido acusado de pedofilia, e ainda tem forças para continuar sorrindo.
Sua agenda nunca esteve tão lotada e ela continua viajando o país contando seu testemunho e publicando nas redes sociais vários momentos de sua vida.

Ela também mantém um programa semanal no Youtube, chamado “Orando a Palavra”.

Leia: 5 erros que toda mulher deve evitar no casamento

O que aconteceu com Felipe Heiderich?

Ainda na época das acusações, o pastor Felipe Heiderich foi afastado da AME, a diretoria internacional da igreja optou pelo seu desligamento devido a repercussão das denúncias de Bianca.
Ele também gravou alguns vídeos contando sua versão dos fatos e se isolou das redes sociais por algumas semanas.

Hoje em dia, Felipe Heiderich segue sua rotina ministerial normalmente. Ele mantém um programa semanal no Youtube chamado, “A bíblia comentada”.

Leia: Tudo o que você precisa saber sobre o Estado Islâmico

Bianca X Felipe

O que você leu acima é apenas um pequeno resumo do que aconteceu na vida desses dois nos últimos meses.
Trata-se de um escândalo sem precedentes que acabou da mesma forma que começou, subitamente.
 Porém, o que os sites de noticias gospel não publicam paperwriter.org, é o que aconteceu com os ministérios deles.
Mesmo diante de uma acusação tão grave que é a de pedofilia, igrejas ainda reservam espaço em seus púlpitos para Felipe Heiderich.
Mas, e se ele for inocente?
Nesse caso a vilã da história seria Bianca Toledo, no entanto, as igrejas ainda reservam espaços em seus púlpitos para ela, que teria “nesse caso” criado toda a história para incriminar o marido.
Nos dois casos a igreja perde.
Se você fosse o pastor evangélico, “pagaria” para ter Felipe Heiderich ou Bianca Toledo pregando em sua igreja, depois de todo o escândalo que ainda não foi esclarecido?
Deixe sua opinião nos comentários.
 

Fuxico Gospel entrevista Pablo Marçal ao vivo nesta segunda (23)

Pablo Marçal será o primeiro pré-candidato à Presidência entrevistado pelo Fuxico Gospel.


Bispo Samuel Ferreira celebra 54 anos de vida

O líder da AD Brás recebeu várias homenagens de pastores e líderes religiosos de todo o Brasil.


Filhas e netas de Flordelis acusam pastor Anderson de abusos sexuais

Os casos serão levados para o júri da ex-deputada, que acontecerá no próximo dia 6 de junho.


Cantor gospel e pastor João Praxedes morre aos 63 anos

João Praxedes fundou a Banda Actos 2 em 1978, que anos depois, mudou para Kadoshi.


Silas Malafaia detona Pablo Marçal: “Soberbo, megalomaníaco, psicopata”

O líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo destacou que os representantes do Senhor diante da igreja são os pastores e não coachs.