Igreja

Assembleia de Deus pode responder criminalmente por ignorar pandemia

O pastor presidente Luiz Gonzaga, também pode responder criminalmente por desrespeitar o isolamento

Caio Rangel | Publicado em: 29/06/20 às 15:15
Assembleia de Deus pode responder criminalmente por ignorar pandemia
Igreja Assembleia de Deus (Reprodução)

O pastor Luiz Gonzaga, presidente da Igreja Assembleia de Deus em Rio Branco, foi notificado junto com a instituição através da Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão (PRDC), e do Ministério Público Federal (MPF), com uma representação cívil e criminal.

Constam da representação as notícias que, ao menos em duas oportunidades, a Igreja Assembleia de Deus em Rio Branco (AC) promoveu reunião com mais de 100 pessoas, desrespeitando o Decreto Estadual que veta atividades religiosas presenciais em razão da pandemia de Covid-19. Tal prática, segundo a PRDC, configura, além de crime, ilícito contra a saúde pública.

+ Cantora Daniela Araújo anuncia que está grávida do “namorido”

De acordo com o MPF, estudos de nível internacional apontam atividades religiosas como sendo de alto risco para a disseminação do coronavírus, e o estado do Acre ainda está em plena subida no números de infectados e de mortos.

Os casos devem ser avaliados pelos promotores de Justiça das áreas cível e criminal, a quem os casos serão distribuídos no âmbito do MPAC.

Pastor Luiz Gonzaga (Reprodução)

Pastor Luiz Gonzaga (Reprodução)

 


Eyshila faz campanha para incentivar doações de oxigênio para Manaus

A iniciativa busca ajudar as pessoas que querem doar cilindros de oxigênio para Manaus, e não sabem como fazer


Desculpa de Magno Malta sobre nudes não convence internautas

Horas depois do incidente, Malta usou as redes sociais para comunicar que o seu telefone havia sido clonado


Esposa de Malafaia lança curso de liderança para mulheres; Inscreva-se

Ao final do curso, a aluna receberá um certificado de conclusão e poderá acessar todo o conteúdo por um ano.


Alex Gonzaga faz homenagem emocionante para mãe, internada com Covid-19

A mãe do cantor recebeu alta da UTI nessa segunda-feira (18), mas continua internada na “Casa de Saúde Nossa Senhora do Carmo” no Rio de Janeiro.


Cantor gospel Flávio Camargo morre aos 33 anos vítima de pneumonia

Em setembro ele testou positivo para a Covid-19, recebeu alta mas em dezembro foi internado com mais de 90% dos pulmões comprometidos por uma infecção