Se torne assinante premium e tenha acesso a conteúdo exclusivo.
 
Polêmicas

Fernanda Brum é acusada de ser homofóbica após repercussão de entrevista

O vídeo é de uma entrevista que ela deu sobre o clipe da música "Cura-me", lançada em 2008.

Caio Rangel | Publicado em: 22/02/22 às 10:07
Fernanda Brum é acusada de ser homofóbica após repercussão de entrevista
Fernanda Brum (Reprodução)

Nos últimos dias, a internet “ressuscitou” um vídeo da cantora gospel Fernanda Brum, onde ela fala sobre o casamento gay.

A gravação é de uma entrevista que ela deu sobre o clipe da música “Cura-me”, lançada em 2008, que mostra um personagem homossexual sendo “curado”. Após o vídeo voltar a circular na internet, a cantora está sendo acusada de ser homofóbica.

Na entrevista, Fernanda afirma que não existe casamento homossexual, pois casamento quer dizer sacramento, e é uma palavra da igreja.

“A gente não concorda com o casamento gay, o casamento é um sacramento. Então, chame do que quiser a união estável entre duas pessoas que são sócias, mas casamento é uma palavra da igreja”, diz a cantora.

Fernanda Brum também faz questão de dizer que não é homofóbica, e que ama os homossexuais, mas não concorda com as suas práticas.

 

Assembleia de Deus em Marabá realiza festa junina e revolta fiéis

A denominação é liderada pelo pastor Sales Batista, que está recebendo muitas críticas da ala mais conservadora do ministério.


Sérgio Lopes deve receber alta nos próximos dias

Nesta quinta-feira (30/06), o cantor publicou um novo vídeo com uma mensagem de agradecimento aos seus seguidores.


Carlos Augusto lança o single “Raízes” em parceria com Isabelle Dias

Escrito por Gabriel Bulian e produzido por Filippe Trindade, o single contou ainda com a gravação de um videoclipe.


Armando Filho fala sobre o estado de saúde de Amanda Wanessa: “Só um milagre”

O cantor também classificou o atual estado de saúde de Amanda como "vegetativo".


Nome de Feliciano cresce para disputa ao Senado em São Paulo

Feliciano é de extrema confiança do presidente da República, e com o apoio da bancada evangélica, tem chances reais de ser eleito.