Se torne assinante premium e tenha acesso a conteúdo exclusivo.
 
Igreja

Vereador petista que invadiu igreja tem mandato cassado

A Câmara Municipal de Curitiba aprovou a cassação em 1º turno, com 25 votos a favor, 7 contrários e uma abstenção

Caio Rangel | Publicado em: 22/06/22 às 8:43
Vereador petista que invadiu igreja tem mandato cassado
Vereador Renato de Freitas (Reprodução)

Nesta terça-feira (21), a Câmara Municipal de Curitiba aprovou, em 1º turno, a cassação do vereador Renato Freitas (PT). Foram 25 votos a favor, 7 contrários e uma abstenção.

O petista foi processado por quebra de decoro parlamentar depois de liderar uma invasão na Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos em Curitiba (PR), em fevereiro desse ano.

O vereador ainda enfrentará o 2º turno da votação nesta quarta-feira (22), às 15h30. Freitas perderá o mandato se tiver no mínimo 20 votos necessários para aplicação da sanção, já que não cabem mais recursos na Câmara.

Entretanto, se for aprovada a cassação, a defesa do petista poderá recorre na Justiça.

Renato Freitas e sua defesa não compareceram à sessão. Em suas redes sociais, ele divulgou uma declaração atribuída a seu advogado, Guilherme Gonçalves, em que questiona o julgamento.

“Se a sessão for mantida, a defesa julga ilegal, e pode inclusive sujeitar o presidente da Câmara a consequências de improbidade administrativa, abuso de autoridade e violação das prerrogativas da advocacia”, compartilhou Freitas. …

O vereador petista foi eleito para a Câmara Municipal de Curitiba com 5.097 votos nas eleições municipais de 2020. A sua trajetória é marcada por detenções e controvérsias.

Em outubro do ano passado, o político teve um processo ético disciplinar arquivado na Câmara Municipal de Curitiba. Ele era acusado de quebra de decoro por ofensas discriminatórias, ofensas morais à dignidade e intolerância religiosa ao se referir à bancada evangélica da Casa como “pastores trambiqueiros”.

O histórico do vereador mostra que, em novembro de 2020, quando havia acabado de ser eleito, ele foi flagrado pichando um toldo do supermercado Carrefour no bairro Parolin, em Curitiba.

Já em junho de 2021, o vereador foi detido pela Polícia Militar na Praça 29 de Março, no bairro Mercês. Freitas foi abordado sob a alegação de obstrução do trabalho da PM.

Um mês depois ele voltou a ser preso, desta vez pela Guarda Municipal, acusado de agredir um homem durante um ato contra o presidente Jair Bolsonaro (PP).

 

Sérgio Lopes deve receber alta nos próximos dias

Nesta quinta-feira (30/06), o cantor publicou um novo vídeo com uma mensagem de agradecimento aos seus seguidores.


Carlos Augusto lança o single “Raízes” em parceria com Isabelle Dias

Escrito por Gabriel Bulian e produzido por Filippe Trindade, o single contou ainda com a gravação de um videoclipe.


Armando Filho fala sobre o estado de saúde de Amanda Wanessa: “Só um milagre”

O cantor também classificou o atual estado de saúde de Amanda como "vegetativo".


Nome de Feliciano cresce para disputa ao Senado em São Paulo

Feliciano é de extrema confiança do presidente da República, e com o apoio da bancada evangélica, tem chances reais de ser eleito.


Pastor Tupirani é condenado a 18 anos de prisão por ódio contra judeus

De acordo com a Conib (Confederação Israelita do Brasil), trata-se da maior pena aplicada no Brasil por esse tipo de crime.