Se torne assinante premium e tenha acesso a conteúdo exclusivo.
 
Polêmicas

Ex-pastor Felipe Heiderich fará live com Rita Cadillac sobre religião e homoafetividade 

A transmissão ocorrerá na semana da Bienal Internacional do Livro de São Paulo, no dia 9 de julho, às 16h.

Caio Rangel | Publicado em: 28/06/22 às 16:27 Atualizado em 28/06/2022 16:29
Ex-pastor Felipe Heiderich fará live com Rita Cadillac sobre religião e homoafetividade 
Felipe Heiderich e Rita Cadillac (Reprodução)

O ex-pastor Felipe Heiderich resolveu fazer uma live sobre um dos assuntos mais polêmicos dos últimos tempos no meio religioso. A conversa terá as participações de Bruno Di Simone, seu noivo, e da bailarina Rita Cadillac.

A transmissão ocorrerá na semana da Bienal Internacional do Livro de São Paulo, no dia 9 de julho, às 16h. Os temas da live serão religião, homoafetividade e o tabu do erotismo. A conversa será mediada por Mari Vieira.

Em março do ano passado, Heiderich se assumiu bissexual. Na época, ele afirmou que abria mão de seu título eclesiástico de pastor “para construir uma nova família, mas diferente dos moldes tradicionais aceitos pela Igreja”. 

Em setembro de 2021, o pastor assumiu o namoro com o youtuber Bruno Di Simone. Atualmente, os dois são noivos.

 

“Vai Passar” na voz de Eliane Fernandes ultrapassa 200 milhões de views no YouTube

Sucesso gravado anteriormente na voz de Gerson Rufino, a canção segue atemporal e sendo um hit.


Ex-cantora gospel Priscilla Alcantara desabafa: “Odeio esse governo”

A cantora é mais uma celebridade da Rede Globo que faz questão de dizer que não apoia o presidente Jair Bolsonaro.


Damares Alves detona culto da Igreja Casa: “Apologia à pedofilia”

O culto vai acontecer neste sábado (13), e recebeu o nome de "Vem Novinha", o que gerou a revolta dos evangélicos.


Fim do período sabático? Volta do Oficina G3 agita a web

Às 15 horas desta sexta-feira (12), a banda irá se pronunciar em suas redes sociais, para acabar com todo o suspense.


Igreja Casa anuncia culto “Vem Novinha” e causa polêmica

O nome do culto está dando o que falar nas redes sociais e causando indignação por parte da comunidade evangélica.