Se torne assinante premium e tenha acesso a conteúdo exclusivo.
 
Polêmicas

Pablo Marçal responde Silas Malafaia: “Despirocado e intolerante”

Marçal disse que o Brasil está intolerante por causa dos conselheiros do presidente, e afirmou que Malafaia é o principal deles.

Caio Rangel | Publicado em: 25/05/22 às 13:42 Atualizado em 25/05/2022 13:43
Pablo Marçal responde Silas Malafaia: “Despirocado e intolerante”
Pablo Marçal e Silas Malafaia (Reprodução)

Nesta terça-feira (24), o coach Pablo Marçal concedeu uma entrevista ao site O Fuxico Gospel ao vivo em uma live no YouTube.

Durante a entrevista, o coach, que é pré-candidato à Presidência da República pelo PROS, aproveitou para responder o pastor Silas Malafaia, que o criticou duramente durante um culto no último domingo (22).

Marçal disse que o Brasil está intolerante por causa dos conselheiros do presidente Jair Bolsonaro, e afirmou que Malafaia é o principal deles, e que ele não respeita as pessoas.

Pablo disse que o povo paga ao líder da ADVEC para ele ter inspiração divina, enquanto o pastor usa o púlpito para falar do coach.

Marçal chamou Malafaia de intolerante, e disse que respeita a história dele como pastor, mas como ativista político, ele está desesperado.

Além de criticar o pastor, Pablo disse que foi ameaçado por Malafaia por meio de um áudio, que no tempo oportuno ele irá divulgar.

 

Sérgio Lopes deve receber alta nos próximos dias

Nesta quinta-feira (30/06), o cantor publicou um novo vídeo com uma mensagem de agradecimento aos seus seguidores.


Carlos Augusto lança o single “Raízes” em parceria com Isabelle Dias

Escrito por Gabriel Bulian e produzido por Filippe Trindade, o single contou ainda com a gravação de um videoclipe.


Armando Filho fala sobre o estado de saúde de Amanda Wanessa: “Só um milagre”

O cantor também classificou o atual estado de saúde de Amanda como "vegetativo".


Nome de Feliciano cresce para disputa ao Senado em São Paulo

Feliciano é de extrema confiança do presidente da República, e com o apoio da bancada evangélica, tem chances reais de ser eleito.


Pastor Tupirani é condenado a 18 anos de prisão por ódio contra judeus

De acordo com a Conib (Confederação Israelita do Brasil), trata-se da maior pena aplicada no Brasil por esse tipo de crime.