Moda

Bianca Toledo vai para Igreja católica depois de escândalo

Bianca Toledo viu sua agenda ficar totalmente vazia, depois de ter acusado seu então marido, o pastor Felipe Heiderich de ter abusado de seu filho de 5 anos.

Micael Batista | Publicado em: 29/07/16 às 4:55 Atualizado em 16/02/2019 09:53
Bianca Toledo vai para Igreja católica depois de escândalo
Igreja católica

Bianca Toledo viu sua agenda ficar totalmente vazia, depois de ter acusado seu então marido, o pastor Felipe Heiderich de ter abusado de seu filho de 5 anos.
Até o momento, apenas um ministração em um seminário de mulheres, realizado por uma Igreja católica permanece na agenda da pastora, ou ex-pastora, já que sua igreja foi fechada.
Apesar de estar batendo recorde de vendas de livros, são em eventos e seminários onde mais se arrecadam ofertas, sendo assim, está cada vez mais difícil para Bianca continuar com seu ministério.Se você anda quiser ir assistir o testemunho de Bianca Toledo, pode ir na paróquia que fica localizada no endereço a seguir:São Paulo – SP
07/09
Conferência de Mulheres –
Paróquia São Carlos Borromeu.
End: Rua do Oratório, 3712 – Vila Prudente – SP – 03195-000 –
Ponto de Referencia – Próximo ao Metro de Vila Prudente

 

Filha do cantor gospel Waguinho diz que ele é ausente e atrasa pensão

Stephanie Gomes também disse que se sente desprezada por Waguinho e que ele chega a ficar até três meses sem pagar sua pensão.


Flordelis quer perdão de pastor que ela encomendou a morte

Uma testemunha revelou à promotoria que Flordelis também havia encomendado a morte de Jorginho de Xerém.


Esposo “traído” dispara contra Samuel Mariano: “Seja homem, seu muleque”

Paulo Henrique, esposo da diaconisa Monalisa, suposta amante do cantor gospel, voltou a confrontar Mariano nas redes sociais.


Após 7 de setembro, rejeição de evangélicos a Bolsonaro aumenta, diz pastor

Segundo o pastor Luis Sabanay, a debandada evangélica começou já no primeiro ano do mandato do presidente e aumentou após os atos do Dia da Independência.


Missionário alagoano morre de Covid após visita ao Brasil

O pastor de 56 anos, que estava em missão na Bolívia, foi diagnosticado com Covid-19 poucos dias depois que chegou ao Brasil para visitar a família.