Música

Cassiane toma decisão e pode deixar MK após escândalo

Se Cassiane vai assinar com a Sony ou não, só saberemos em breve.

Redacao | Publicado em: 19/11/20 às 18:32 Atualizado em 21/11/2020 10:57
Cassiane toma decisão e pode deixar MK após escândalo
Cassiane (Reprodução)

A cantora gospel Cassiane e o seu esposo, Jairinho Manhães, podem estar deixando aquela que já foi a maior gravadora gospel do país, a MK.

Essa semana começou a circular um burburinho de que uma cantora gospel que assinou com a Sony Music Gospel recentemente, estaria fazendo a ponte da artista com Maurício Soares, diretor da gravadora.

Uma outra possibilidade seria a Cassiane ir para um selo que lhe desse mais liberdade, mas essa possibilidade já teria sido descartada, já que nesse ponto de sua carreira, a artista precisa de uma gravadora que lhe ajude a manter seu nome em alta, e isso a MK não está conseguindo fazer.

O que teria provocado o desgaste na relação de Cassiane com a MK, teria sido o lançamento do clipe que polemizou recentemente.

Embora Vanilda Bordieri tenha dito que se tratava de uma estratégia de marketing reverso, a trapalhada não pegou muito bem para Cassiane.

Se ela vai assinar com a Sony ou não, só saberemos em breve.


Cantor gospel Juninho Black posta foto com símbolo maçom e internet não perdoa

Desde muitos anos há quem acredite que a maçonaria entrou na igreja evangélica, e é representada por alguns dos maiores artistas gospel da atualidade


Priscilla Alcantara exibe curvas esculturais de biquíni em post na web

A musa gospel de 24 anos ostentou o seu corpão em um Stories do Instagram


Evangélicos lamentam a morte de mais um pastor, vítima da Covid-19

O pastor estava internado, e na quarta-feira (20), chegou a ser entubado mas não resistiu a uma parada cardiorrespiratória


E se Flordelis for inocente ?

A deputada federal prestou depoimento nesta sexta-feira (22), na retomada dos interrogatórios dos acusados do crime


Filha de Flordelis confessa que pagou R$ 5 mil para executar pastor, e revela investidas sexuais da vítima

Simone dos Santos, alegou que flagrou o pastor Anderson se masturbando no pé de sua cama, e que os assédios sexuais iniciáram em 2012