Política

Pastor da Universal assume prefeitura de Goiânia de forma definitiva

Rogério Cruz é um pastor licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus, e por duas vezes foi vereador na cidade de Goiânia

Caio Rangel | Publicado em: 13/01/21 às 16:55 Atualizado em 14/01/2021 09:50
Pastor da Universal assume prefeitura de Goiânia de forma definitiva
Rogério Cruz prefeito de Goiânia (Reprodução)

Com a morte do prefeito eleito de Goiânia Maguito Vilela (MDB), devido a complicações da Covid-19, o seu vice na chapa Rogério Cruz (Republicanos), assume de forma definitiva o cargo de prefeito da cidade.

Desde o dia 1º de janeiro Rogério já respondia como prefeito após os vereadores aprovarem o afastamento de Maguito por tempo indeterminado enquanto ele estava em tratamento.

“A única coisa que temos nesse momento é que, juntamente com toda equipe formatada, com alguns nomes indicados pelo próprio prefeito Maguito Vilela, vamos honrar todo trabalho, todo desenho que ele fez para a cidade de Goiânia e mantermos esse propósito de seguirmos em frente para fazermos com que Goiânia seja o que ele sempre sonhou”, disse Rogério Cruz em solenidade na manhã desta quarta-feira (13) que decretou luto oficial.

+ Deputada propõe aumento de pena para crimes cometidos em local de culto religioso

Rogério Cruz é um pastor licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus, e por duas vezes foi vereador na cidade de Goiânia.

Natural de Duque de Caxias no Rio de Janeiro, ele tem 54 anos. Rogério também é radialista, e por muitos anos chefiou uma divisão do Grupo Record responsável por exportar conteúdos da emissora para países africanos onde a igreja tem influência.

O pastor chegou a capital de Goiás em 2010, e foi eleito pela primeira vez vereador em 2012, com 7.774 votos, e reeleito 4 anos depois com 8.312 votos, sendo o quarto mais votado.

Rogério também atuou como secretário de Gestão de Pessoas do ex-prefeito Paulo Garcia na gestão anterior.

 

Cantora gospel diz para família de adolescente estuprada por pastor que ela “gostou”

A cantora que é de Cuiabá teria se deslocado até Poconé apenas para chantagear a família da vítima, logo que soube da denúncia contra o pastor.


Pastor que defendia “cura gay” tem conta do YouTube bloqueada

A conta do pastor no YouTube tinha 1,8 milhão de assinantes antes de ser bloqueada. Ele disse que irá recorrer da decisão.


Após pressão da igreja, Governo recua e libera cultos religiosos em SP

Com isso, a Carreata Da Fé, movimento organizado pelas lideranças da ADSA Brasil, está oficialmente cancelada.


Grupo Gay de Alagoas irá mover ação contra pastor após comentário sobre Paulo Gustavo

Nildo Correia, presidente do (GGAL), disse que o Ministério Público e a Ordem dos Advogados do Brasil em Alagoas serão acionados.


Elaine Martins pede perdão por ter gravado vídeo ao lado de Jairinho

A cantora gospel gravou um vídeo no ano passado ao lado de Jairinho apoiando a sua candidatura para vereador.