Pastora trans abre própria igreja após alegar que foi discriminada por evangélicos

A denominação da pastora trans recebeu o nome de Chamas de Fogo, com foco no acolhimento de pessoas LGBTQIA+

Caio Rangel | Publicado em: 17/05/23 às 9:52h