Se torne assinante premium e tenha acesso a conteúdo exclusivo.
 
Política

Otoni de Paula desmente acusações de Messina: “…Que ele prove”

O pedido que foi enviado por Otoni, solicitava a limpeza do rio Acari. Pois, devido as fortes chuvas o seu amigo havia perdido várias mercadorias

Redação | Publicado em: 30/05/19 às 10:44
Otoni de Paula desmente acusações de Messina: “…Que ele prove”
Otoni de Paula (Reprodução)

Recentemente o pastor Otoni de Paula foi acusado pelo vereador Paulo Messina, de pedir benefícios para um grupo de empresários. A grave acusação se tornou pública após um vídeo circular na internet e causar uma grande repercussão.

Na reprodução o vereador denuncia, através de áudios, que o deputado federal fazia pedidos ‘não republicanos’, ou seja, ilegais a ele. Através de uma série de áudios, Otoni pede ao vereador privilégios para um grupo de empresários.

+ Pastor Otoni de Paula revela plano secreto da Globo para “derrubar” Crivella

Conforme Messina, após negar o pedido do pastor, ele estaria sofrendo represálias oriundas de Otoni.

Ao site O Fuxico Gospel Otoni falou que “o pedido que foi enviado para o chefe da Casa Civil, Messina, solicitava a limpeza do rio Acari. Pois, devido as fortes chuvas o seu amigo havia perdido várias mercadorias.”

Além disso, ele também esclareceu que fez outro pedido ao vereador Messina. Desta vez, um empresário que havia prestado serviço para a prefeitura estava prestes a demitir algumas pessoas em sua empresa. Conforme o pastor, ele fez o pedido para que a prefeitura ‘agilizasse’ o pagamento dele, a fim de que estas pessoas não ficassem desempregadas.

Sobretudo, Otoni de Paula desafiou o então chefe da Casa Civil a provar tudo que foi dito contra a sua pessoa. Até o fechamento dessa matéria o vereador não tomou uma posição sobre o esclarecimento do pastor.

Confira a nota com exclusividade:

O SR Messina me acusa de ter gente nomeada no governo Crivella. Bem, que ele prove.

O SR Messina diz que uma das pessoas é o Sr Marcelo Brunner. Sobre o nome em questão trata-se de um funcionário público de carreira da prefeitura de quase 30 anos de trabalhos prestados sem nenhum apontamento. Como o conheço e sei da sua seriedade fui até o prefeito e pedir que o prefeito desse honra a esse servidor, melhorando sua condição de trabalho. Isso é crime?

O SR Messina me acusa de trabalhar pelo interesse de alguns empresários. Bem, solicitei ao então chefe da Casa Civil, vereador Messina, que fizesse a limpeza do rio Acari a pedido de um amigo empresário; que já tinha perdido várias mercadorias devidos as duas últimas chuvas a época. É esse tal empresário que já ajudou o ex prefeito Eduardo Paes e o ex vereador Eduardão. Como era essa ajuda? Como esse empresário é do ramo de supermercado e por isso emprega muita gente, ele quando ia contratar mão de obra dava ao ex vereador a chance de indicar algumas pessoas, isso é muito bom politicamente, e combinou com o ex prefeito de contratar a partir do banco de dados da prefeitura; o que também era muito bom para a prefeitura.

Ah, fiz também outra solicitação ao Sr Messina, por um empresário que havia prestado serviço a prefeitura e não havia recebido e estava preste a mandar gente embora por aperto financeiro na empresa. Pensando nessas pessoas que ficariam desempregadas e vendo que o pedido era justo, solicitei ao Sr Messina que a prefeitura agilizasse esse pagamento, já que o serviço havia sido prestado.

Bem, eu nunca fiz distinção entre pessoa física ou jurídica. Se a causa é justa vou ajudar. É meu papel.

Por último, se o Sr Messina tem alguma acusação contra mim, ele deve levar ao MP. Se não o fizer ele estará prevaricando, e isso é crime.

É muito simples, você denunciar alguém usando áudios incompletos.

Denúncia contra Otoni de Paula

Um vídeo tem circulado na internet envolvendo um escândalo de um político evangélico. O pastor Otoni de Paula Júnior (PSC) foi denunciado pelo vereador Paulo Messina (PRB) durante uma sessão na Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro.

Anteriormente, enquanto exercia seu mandato de vereador, Otoni de Paula sempre estabeleceu contato com Messina para solicitar benefícios para empresários. Tudo isso veio à tona, logo depois do parlamentar afirmar, através de um vídeo, que os vereadores iriam aplicar um golpe na prefeitura.

+ Pastor Otoni de Paula revela plano secreto da Globo para “derrubar” Crivella

Na reprodução o vereador afirma que o deputado federal fazia pedidos ‘não republicanos’, ou seja, ilegais para ele. De acordo com Messina, ele ficou chocado com um pedido feito pelo federal. Por meio de um áudio, Otoni pede ao vereador privilégios para um grupo de empresários.

“Eu to com um grupo empresarial na área de supermercados que tem a base de estoque deles ali em Fazenda Botafogo. Eles querem ser parceiros do prefeito. Parceiros daquilo ou de quem o prefeito indicar”, disse o deputado.

Logo depois, o vereador afirmou que por ter evitado as petições impostas pelo parlamentar, sofreu represálias oriundas de Otoni. Então, todo projeto do executivo em trâmite o pastor adotava uma postura de escusa.

“Ô, Messina, é impossível caminhar com o Crivella. É impossível, meu irmão”, declarou o pastor em uma conversa através do Whatsapp.

Contudo, após ser desmascarado, o deputado federal Otoni de Paula Júnior não se manifestou sobre a polêmica.

Confira o vídeo:

 

Assembleia de Deus em Marabá realiza festa junina e revolta fiéis

A denominação é liderada pelo pastor Sales Batista, que está recebendo muitas críticas da ala mais conservadora do ministério.


Sérgio Lopes deve receber alta nos próximos dias

Nesta quinta-feira (30/06), o cantor publicou um novo vídeo com uma mensagem de agradecimento aos seus seguidores.


Carlos Augusto lança o single “Raízes” em parceria com Isabelle Dias

Escrito por Gabriel Bulian e produzido por Filippe Trindade, o single contou ainda com a gravação de um videoclipe.


Armando Filho fala sobre o estado de saúde de Amanda Wanessa: “Só um milagre”

O cantor também classificou o atual estado de saúde de Amanda como "vegetativo".


Nome de Feliciano cresce para disputa ao Senado em São Paulo

Feliciano é de extrema confiança do presidente da República, e com o apoio da bancada evangélica, tem chances reais de ser eleito.