Crime

Adolescente suspeito de matar menina Raíssa foi a igreja evangélica antes do crime

O menor não demostrou nenhum arrependimento em seu depoimento dado à polícia

Caio Rangel | Publicado em: 03/10/19 às 15:11 Atualizado em 03/10/2019 16:32
Adolescente suspeito de matar menina Raíssa foi a igreja evangélica antes do crime
Raíssa Eloá (Reprodução)

No último domingo (29), um crime bárbaro acabou repercutindo em todo país. Um adolescente de 12 anos confessou à polícia ter matado uma menina de apenas 9 anos de idade.

A menina Raíssa Eloá Caparelli Dadona,  foi encontrada morta na tarde de domingo (29) no Parque Anhanguera, na região de Perus, Zona Norte de São Paulo, após desaparecer em uma festa em um Centro Educacional Unificado (CEU) municipal na região.

Em entrevista a mãe de Raíssa disse que conhecia o adolesceste, e que eles moravam próximos. Ela confessou que também conhecia os país dele, e que chegou a leva-lo uma igreja evangélica no Jardim Britânia.

+ Flordelis confessa que pensou em suicídio

“Ele só falava de Deus, falava que lia a Bíblia. Eu levei ele para conhecer a igreja. Disse que gostou da igreja, mas não voltou mais, ” disse ela.

O adolescente era amigo de Raíssa, e os dois brincavam todos os dias. O menor foi levado para a Fundação Casa. A polícia investiga se outra pessoa teria participado também do crime.

Segundo a polícia, ele não demostrou nenhuma emoção ou arrependimento, e também não revelou porque matou a criança.

+ Alisson mentiu sobre fim da dupla com Neide, saiba porque

Raíssa fazia tratamento a cerca de um ano, os médicos avaliavam se ela tinha autismo pois ela era muito tímida.

 

Pastor presidente é detido por pornografia infantil

O líder religioso estava divulgando imagens de pornografia infantil na internet.


Cantor gospel Leonardo Gonçalves será pai pela primeira vez

Leonardo Gonçalves e Glauce Cunha estão casados desde 2018 e vão ser pais pela primeira vez.


Valdemiro Santiago é condenado a indenizar cantor gospel

O líder e fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus é acusado de "dar um calote" no cantor gospel Fernando Moreira Campos.


Flordelis irá enfrentar júri popular por determinação da Justiça

A parlamentar responde por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio, associação criminosa e uso de documento falso.


Animação da Netflix faz apologia à homossexualidade infantil

Um alerta para os pais evangélicos que deixam os filhos assistirem aos conteúdos infantis disponibilizados na plataforma.